João e Maria. Quase uma poesia.

24 Jan

João amava Maria que não amava ninguém.

Então João passou a amar Ana também.

E Maria começou a amar João, enquanto Ana ainda não amava ninguém.

Ana se apaixonou por João depois de dois meses.

João já nem sabia se amava mais Ana ou Maria.

Maria conheceu Luis e ficou dividida.
Não sabia qual deles queria pra sua vida.

Ana, amando João, queria que ele lhe pedisse a mão.
Mas João, dividido entre Ana e Maria, já não sabia.

Naquela sexta-feira ensolarada, João foi trabalhar à pé. Na volta pra casa, um ônibus desgovernado subiu na calçada.  João acabou ali, com a perna quebrada.

Maria, desesperada, foi correndo pro hospital. Ana não pôde ir – era véspera de carnaval.

Na saída da emergência, Maria tomou um táxi. Meia hora depois, o táxi caiu na ribanceira e acabou com uma vida inteira.

Ao saber do ocorrido, João ficou deprimido. Chorou três dias e três noites sem parar.  Ana veio lhe falar. João descobriu que amava Maria. Mas ela já não existia.

Em resumo, a vida é muito curta pra não ficar com quem a gente ama. Fim.

joaoemaria

Imagem: We Heart It

 

Advertisements

One Response to “João e Maria. Quase uma poesia.”

  1. Marília January 24, 2013 at 8:36 pm #

    Maravilhosa e verdadeira! Como sempre, é um prazer ler seus textos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: