Você não tem que se amar coisa nenhuma

9 Aug

Já perdi as contas de quantas vezes li isso. Que a gente precisa se amar pra ser amada. Que a gente precisa se amar mais do que aos outros. Que se a gente não se ama, ninguém vai amar, porque é preciso estar bem,  porque blábláblá. Parem! Parem com isso.

Sabe o quanto é custoso amar a si mesma? Dá um trabalho danado. Se as unhas estão sem pintar, a gente se ama um pouco menos. Se a depilação não está em dia, a gente se ama um pouco menos. Se falta pintar o cabelo, ou cortar, ou crescer, ou mudar… a gente se ama um pouco menos.

Quando a gente faz alguma coisa errada no trabalho, se ama um pouco menos. Quando engorda um mísero quilo, se ama um pouco menos. Quando acorda atrasada, quando tem insônia, quando está de TPM. A gente se ama um pouco menos todos os dias.

Sim, vivemos numa constante cobrança. E por mais que digam que a cobrança vem da tevê, das revistas, do mercado de trabalho, a maior e mais incontrolável e mais anti-amor de todas é a cobrança que vem da nossa própria cabeça. Todo mundo diz que você é bonita, legal, divertida, inteligente. Que cozinha bem, gosta de música boa e sabe indicar filmes como ninguém. Que é uma ótima companhia. Qualquer homem vai te amar!

Mas quando você se olha no espelho, vê aquilo que mais ninguém vê. Aquela ruguinha surgindo embaixo dos olhos. Os cabelos brancos, droga, não tem nem duas semanas que retoquei as raízes! E a barriguinha que você tenta disfarçar com uma blusa mais larga? Ninguém vê isso! Se ame! Você é demais!

Você não é demais, e sabe bem disso. Se amar é uma tarefa muito difícil, exige tempo, paciência, dedicação, e até dinheiro. Um tempo que a gente não tem porque tá ocupada fazendo mil coisas, uma paciência que a gente não tem porque precisa ser legal com todo mundo, um dinheiro que a gente não tem – afinal, as contas não vão esperar você se amar.

Sou contra. Decidi isso hoje: sou contra essa história de que você precisa se amar. Você precisa que alguém te ame, essa é a equação certa. Quando alguém ama a gente, aí sim, a barriguinha, as rugas e os cabelos brancos e a TPM e a insônia e a calça que não entra… tudo isso não importa.

Advertisements

2 Responses to “Você não tem que se amar coisa nenhuma”

  1. kyrhengah August 10, 2012 at 2:38 pm #

    Ia escrever um comentário, mas acho que vale um post 🙂

    Só resumindo pq não vou conseguir escrever agora…

    Não acho que se amar tenha qq coisa a ver com vaidade… Acho até que o excesso de vaidade geralmente vem da falta de amor próprio: não tenho nada de bom então tenho que me adequar aos padrões de beleza para me sentir amado ou amada.

    Concordo que se amar tem pouco a ver com ser amado.

    Amo várias pessoas que não se amam…

    Se amar é importante para ser feliz.

  2. Jacqueline September 30, 2012 at 3:11 pm #

    Paula, vc é show. Abração.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: