essa tal de internÉTE

8 Oct

É muito gostoso e também muito complicado trabalhar com internet. Gostoso porque internet é uma mão na roda: você tem tudo ali na ponta dos dedos. Você não perde muito além do frisson e do cheiro de Flora by Gucci por não estar na Semana de Moda de (coloque aqui a cidade européia de sua preferência). Desculpa, eu também acompanho notícias, tendências e coisas cool na internet. Assim como também acompanho bobagens, leio twitters e assisto vídeos babacas. Essa é a delícia da internet, você tem todas as referências que quiser, vê tudo e guarda nos favoritos só aquilo que realmente te interessa.

O lado complicado é que você não sabe, mesmo, para quem está trabalhando – ou para quem está dando trabalho. Antes a gente sabia, por exemplo, que a classe X gostava de assistir Silvio Santos, que a classe Y gostava de assistir Super Cine e que a classe mais descolada, a classe A gostava de assistir CNN. Agora a tevê a cabo ficou popular, assim como o telefone celular, a casa própria, o carro zero E a internet. Vou te contar uma coisa: todo mundo tá na internet. A minha ex-diarista usava internet. As mães das minhas amigas usam a internet. A babá dos meus chefes usa a internet. A Lilian Pacce usa a internet e a Rita Cadillac também. E agora, José? Você vai escrever de um jeito coloquial ou vai usar português rebuscado pra falar com quem te lê? Deixa eu te contar: você nunca vai saber quem te lê.

E, pra ser sincera, o suposto lado complicado da internet é também o que mais me atrai: na internet não interessa quanto dinheiro você tem; quantos amigos constam no seu Facebook, quanta gente te segue no Twitter. Sim, eu sei, tem gente que acha que isso é importante. Profissionalmente, sei que é. Pessoalmente, acho uma grande bobagem. Ter 10 ou 1.000 seguidores não vai te tornar uma pessoa melhor ou pior, acredite. Como eu sempre acreditei que ter muito dinheiro não te livra de ser pobre de espírito. Como eu sempre acreditei que viver na miséria não te impede de sonhar com coisas boas, seja um apê de luxo ou apenas uma cama cheirosa e quentinha.

Na internet você não passa de uma foto bonita, tratada no Picture Manager com mais brilho e mais contraste. A internet é um biarticulado Santa Cândida-Capão Raso lotado às seis e vinte da tarde. Você é só mais um. E as pessoas que estão dentro do mesmo ônibus que você só tem experiências e ambições diferentes.


tá indo pro Pinheirinho? eu também…

Advertisements

3 Responses to “essa tal de internÉTE”

  1. d. October 8, 2010 at 11:36 pm #

    e como o biarticulado, às vezes a internet também fede.

  2. Izabella October 9, 2010 at 7:10 pm #

    e nem sempre é bem o pobrinho que tá fedendo…

  3. Paula Schutze October 10, 2010 at 12:08 pm #

    aliás, os pobrinhos costumam até ser mais asseados… não tem perfume importado pra disfarçar o cecê, aí tomam banho mesmo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: