os novos coitados.

5 May

houve um período da minha vida em que eu achava massa ser rabugenta, ranzinza. juro. durou qualquer coisa entre os 25 e os 30, não lembro ao certo. muito provavelmente porque não quero lembrar. porque da rabugice constante só sobrou uma certeza: a de que reclamar me trouxe cabelos brancos. fora isso, não cheguei a lugar nenhum, não me tornei um desses gênios ilustres, de talento reconhecido e gênio marcante. eu fui nada mais do que uma velha ranzinza. quando nem tinha 30 anos ainda, calculem.

também não sei dizer ao certo quando e porquê esse momento passou; só sei que graças ao deus do bom senso eu parei de andar com uma nuvenzinha cinza em cima da minha cabeça. porque né? a nuvenzinha só fazia chover em mim, eu vivia doente e com o cabelo encrespando por causa da umidade.

todo mundo tem todos os motivos do mundo pra ser infeliz, problemático, aquela velha história de procurar pelo em ovo. se você estiver decidida a achar alguma coisa pra sua vida ficar uma merda, não se preocupe. você vai encontrar.

o que eu tenho observado ao longo dos anos – e que foi um dos fatores decisivos para minha mudança de comportamento – é que ser rabugenta me transformava numa “nova coitada”. não falo dos coitados antigos, tradicionais, como a minha vó que tinha gases e implicava com cada passo da empregada. os novos coitados são jovens, tem tudo à mão, mas não se esforçam nenhum pouco pra sentir-se bem num dia de céu azul. ou pra dar fim nas coisas que o incomodam.

e eles levam uma vida normal como a sua, ou a minha. tem amigos, freqüentam baladas, são aquele tipo de amigo chato que você precisa ter. nem que seja pra se acercar de que a sua vida não é tão ruim assim, né, afinal tem gente muito pior. a questão é que eu não queria ser essa “gente muito pior”. eu curto mesmo é estar por cima da carne seca. e quando começo a me distanciar disso, ligo o alerta, vou pro acostamento, espero a nuvem cinza passar da minha altura e sigo viagem. posso morrer de qualquer coisa, mas morrer de desgosto com a vida eu acho cafona.

Advertisements

3 Responses to “os novos coitados.”

  1. Tunico May 6, 2010 at 12:26 am #

    Parabéns! esse é o caminho do sucesso… não perca esse pensamento nunca! Isso é evolução!

  2. Denise May 9, 2010 at 12:46 pm #

    faz muito bem mudar.
    =)

  3. Maria Pia May 18, 2010 at 2:40 pm #

    Energia positiva só traz coisas boas!
    Quando puder, dá uma passadinha no meu blog de compras.
    bjos
    Silvia

    http://modeurbaine.wordpress.com/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: