trinta dias com ela.

25 Nov

hoje completo meu primeiro mês de dieta. êêêêêêêê! oi?

uma coisa na qual eu nunca acreditei muito, achei que era balela esse papo de que depois dos trinta é tudo mais difícil. não é que é mesmo? sei lá se é o metabolismo que começa a ficar preguiçoso quando a gente envelhece amadurece, ou se a gente é que fica com preguiça do metabolismo, sabei-me.

e não é querer falar nem desanimar as adolescentchis desse mundo, mas eu era seca de dar dó até não muito tempo atrás. tinha complexo de magreza de modo que tomava levedura de cerveja com água (eca) pra engordar. chupava leite condensado na latinha. tudo isso nunca fez efeito.

mentira, fez sim: um belo dia eu acordei com trinta anos e toda a levedura e leite condensado tinham se convertido em banha. e claro que a banha nunca se distribui adequadamente, fazendo você ficar gostosa. um bom exemplo é que eu continuo sem bunda, e o que devia ser a gostosura do meu traseiro subiu demais e virou uma série de dobrinhas nas costas.

o triste da dieta é que ela é infinita. pelo menos a essa altura da vida, ou pra quem tem uma genética relaxada feita a minha. como uma colega de trabalho disse esses dias: você começa a se dar conta de que NUNCA MAIS vai poder fazer certas coisas – tipo comer duas baciadas de pipoca assistindo tevê ou matar a fome do final do dia com uma coxinha tamanho GG. porque se você leva um mês pra emagrecer 4 kg (meu caso, obrigada) você só precisa de uma coxinha pra engordar os 4 perdidos + 4 de castigo por cometer o pecado da gula.

então o primeiro passo para iniciar uma dieta é esse: aceitar a infinitude dela (acabei de inventar essa palavra). aceitar que você vai passar vontade e contar calorias até a eternidade. pensar que no dia da sua chegada no céu, no banquete de boas-vindas, você vai negar o strogonof de camarão e comer somente 100g de frango grelhado com salada de folhas. folhas! quer coisa mais sem graça do que folhas? você vai recusar mousse de chocolate e ter como sobremesa uma deliciosa fatia de mamão. pelo menos mamão faz bem pro intestino, né?

esses dias virei pro meu respectivo e desabafei: estou cansada dessa vida de contar as coisas. dá um trabalho danado! observar o peso do prato pra contar as calorias e lançar numa tabelinha todo santo dia após o almoço. analisar minuciosamente a embalagem de cada merdica de barrinha que você compra no supermercado, optando por aquela que tem menos calorias (geralmente as que tem mais gosto de ração para gatos).

então, ao final do primeiro mês, tento me focar nos quilos perdidos. esquecer todos os milk shakes de ovomaltine que não tomei, todos os pães de queijo que não comi, todos os brownies com sorvete que não pedi e todas as noites em que enganei meu estômago, convencendo-o de que jantar 7 torradas com patê era tão gostoso quanto enfiar a cabeça dentro de uma batata assada.

um mês inteirinho de sacrifícios para no final perder QUATRO quilos. prestenção, gente. a mão tem CINCO dedos e eu perdi QUATRO quilos, não dá nem pra encher uma mão com o preço do meu esforço.

e com quatro quilos a menos, convenhamos: não vai ser nesse verão que eu vou voltar pro biquini de lacinho ou andar por aí sem precisar esconder as dobras das costas. só não vou desistir dessa pocilga de dieta porque eu sou mesmo uma pessoa de fé! devagar se vai ao longe, talvez no verão de 2012…

tá na hora da barrinha… fui!

Advertisements

4 Responses to “trinta dias com ela.”

  1. Andréia November 25, 2009 at 7:01 pm #

    olha, uma boa dica é abstrair se concentrando nas mensagens de auto ajuda: “quem come menos vive mais” ou “você é o que come”. Eu caio direitinho e acabo me sentindo bem melhor sendo light….apesar de dar uma fugidinha pra minha querida coca cola normal e bem gelada de vez enqdo que não sou de ferro….
    guenta firme. beijos!

  2. Freda November 26, 2009 at 1:27 pm #

    Putz, eu tbem não acreditava q depois dos 30 ficava tão dificil emagrecer, o fato é que eu consegui e agora estou curtindo muuuito minha barriga nova, sequinha e reta, valeu cada trufa não comida, rsrsrs!!
    To em crise no namoro de novo, rsrsrs, passa lá pra dar seus sempre bem-vindos conselhos!
    bjoss
    Fre

  3. Lili November 27, 2009 at 1:50 pm #

    Eu fiquei de dieta por quatro meses esse ano. Comecei em junho e terminei em setembro, ou seja, o inverno todo. Foi foda.
    Mas enxuguei 9 kilos que tinham se acumulado na minha bunda e coxas desde que me formei. Claro que a barriga fica mais lisa, a cintura afina, mas é coisa pouca. Meu problema, ao contrário do seu, é a bunda. Eu engordo e perco todas as minhas calças, mas mantenho as blusinhas.
    Eu sou uma gorda pêra, que engorda na bunda e coxas. Você, pelo jeito é maçã, que cresce na barriga e costas.
    O pior da dieta nem é perder peso tão devagar. O pior é quando vc está quase chegando no seu objetivo e empaca. Eu gastei um mês para perder os últimos 1,5kg.
    Mas você pensa que acabou? Claro que não! Agora, eu estou na fase da manutenção, o que siginifica dieta durante a semana e finais de semana meio liberados. Meio porque não é aquela esculhambação d comer o que quiser até sair pelas orelhas. Eu posso comer coisas fora da dieta se eu tiver algum evento especial. Se não, continuo na dieta e a única refeição liberada de verdade é o almoço de domingo, com direito à sobremesa (sem repetição).
    E pensar que quando eu tinha 20 anos, para emagrecer 4 kg eu só precisava para com as porcarias por uma semana.
    Boa sorte!
    Ah, na minha dieta eu nã podia comer 7 torradas no jantar. Na realidade, eu não posso comer nenhuma massa depois das 6 da tarde.

  4. Deni December 2, 2009 at 6:41 pm #

    Neste ano, foi a primeira vez na vida que eu engordei. Primeiro, foi na viagem que fiz pra Minas Gerais, aquele lugar onde as pessoas comem pão de queijo (e queijo de verdade!) em 5 refeições do dia. É quase impossível resistir e quando eu via, tinha tomado café da manhã 2x, almoço, sobremesa (queijo com doce de leite) e mais outras 3 refeições depois dessa.
    Daí, com o inverno rigoroso (minha desculpa-mor) e com 2 empregos, saí jantando tudo quanto era gostosura: pizza, batata do Beto Batata, comida chinesa delivery, Waldo X-Picanha, aquela beleza. Esqueci as saladas, as refeições pequenas durante o dia, viciei em barrinha de cereal sabor “trufas”. Engordei 5kg.

    Quando o sol voltou, fechei a boca, tentando voltar a ser “eu mesma”; Faz 2 meses e eu emagreci 2,5kg. Agora to mais consciente que “já não posso mais comer de tudo, na quantidade que eu quiser”, como fazia antes. E nem cheguei aos 30, olha só.
    ahahhaah
    Ao contrário de vc, ganhei mais bunda, perdi calças, tive de aposentar uma por, um dia no trabalho, me desesperar de tanto que a calça 38 apertava. Pode?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: