até amanhã.

11 Aug

acho engraçado essa gente que vive/fala/escreve/age como se não houvesse amanhã.

esse jargão, aliás, é muito bom, quando usado de forma inofensiva. afinal, bom mesmo é dormir como se não houvesse amanhã. comer como se não houvesse amanhã. de vez em quando, beber como se não houvesse amanhã.

mas na prática, o fato é que o amanhã existe. ou seja: tudo aquilo que você protela, que deixa pra fazer amanhã… terá de ser feito amanhã. louça na pia, meia no tanque, contas atrasadas, conversas difíceis, resoluções. “como se não houvesse amanhã” não funciona pra nenhum desses itens. e ainda assim, há quem ignore o fato.

amanhã existe. todos nós passaremos por ele, de um jeito ou de outro. todos nós teremos problemas de toda ordem: grandes, pequenos, com ou sem solução. todos nós vamos chorar. nos arrepender de coisas feitas e ditas. todos nós vamos ficar velhos, enrugados, perder a memória e ganhar quilos. todos nós precisaremos dar um jeito – ou não! – nos cabelos brancos, no trabalho chato e naquele vazamento na pia da cozinha. amanhã todos nós teremos filhos e netos e precisaremos contar histórias a eles. do primeiro sutiã, do primeiro osso quebrado, de como era a vida sem internet. do dia em que bebemos como se não houvesse amanhã. das músicas que ouvíamos sem parar… como se não houvesse amanhã para ouvi-las mais 457 vezes, até enjoar.

e de como a vida ficou melhor quando você aprendeu a amar… claro, amar como se não houvesse amanhã. porque quando amanhã chegar todo mundo quer acordar feliz, sem pendências, preocupações ou rancores.

até amanhã! beijomeliga

Advertisements

5 Responses to “até amanhã.”

  1. Deni August 11, 2009 at 7:52 pm #

    Viver como se não houvesse amanhã é meio adolescente, né?
    recebi o pagamento hoje. torro tudo, como se não houvesse amanhã. daí fodeu.
    não vai ter amanhã, vamos beber o bar! daí acordamos com ressaca e vamos trabalhar atrasados e fedendo a alcool.
    ahhahahahahahahha

    acho que dá pra transar hoje como se não houvesse amanhã. sem nenhum peso na consciência.
    heheheh
    beijo!

    • Paula Schutze August 11, 2009 at 7:56 pm #

      dinheiro é uma coisa meio “como se não houvesse amanhã”, pelo menos na minha mão. hahaha

  2. b. August 14, 2009 at 8:21 pm #

    a minha também é proativa (aliás, adorei o termo hahahaha). Ela SEMPRE coloca a cafeteira no lugar mais alto do armário, sendo que ela deve perceber (não é possivel que não) que quando ela chega a cafeteira está numa bancadinha baixa onde eu alcanço. Será trauma de vidas passadas? talvez ela tenha morrido eletrocutada por uma cafeteira em outra vida, vai saber…rsrs.

    • Paula Schutze August 14, 2009 at 10:04 pm #

      mas a melhor de todas que lembrei hoje: um dia minha faxineira tinha trocado os móveis da minha casa de lugar.

      !!!

  3. Talita A. August 16, 2009 at 5:01 pm #

    Faz jus ao ‘live fast die young’.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: