eu, ele e a tevê.

19 Jan

tem gente (muita) que vive sem tevê. tenho uma amiga que mudou de cidade há uns meses e não tem tevê até hoje. eu sei que o ócio produtivo deve funcionar muito melhor para elas, as pessoas sem tevê. mas eu gosto de tevê, sou uma pessoa-tevê. agora na warner passa two & a half man quase tanto quanto friends. e geralmente um depois do outro, dois de cada. na sony faz meses e meses que à noite, hora de esvaziar o que sobrou no cérebro, passa só seinfeld e scrubs. eu sou a única pessoa no mundo das pessoas-tevê que não gosta de seinfeld. fico na warner esperando passar um friends. friends é a única série no mundo assim: dá pra assistir quinze vezes o mesmo episódio e continua sendo legal. se a programação estiver um tédio, sempre haverá um episódio de friends no meio, e você sempre vai assistir e por meia hora vai esquecer da raiva que é ter tevê paga quando nunca tem nada interessante passando.

de vez em quando a gente quase disputa o controle remoto. porque ele fica trocando de canal a cada trinta e sete segundos, não dá nem tempo de descobrir se tem algo bom passando. ele diz que é porque sempre pode ter algo melhor. ele esquece da máxima, nunca tem nada melhor passando na tevê paga. ‘e quando eu começo a me interessar por algum programa que ele escolheu, ele vai lá e tchun, muda de canal de novo’, uma amiga me disse, e é assim que funcionam os homens com seus controles remotos. eu não ligo, em geral eu não ligo porque eu sempre durmo. sou a pessoa-tevê-sono. a única no mundo capaz de assistir uma novela por oito, nove meses a fio e dormir nos últimos quinze minutos do capítulo final. eu! ele não mudou de canal nessa hora, foi bom, assim ele me contou o final. esses dias falei “que vontade de ver um filme com john malkovich”, ele zapeando e vocês não vão acreditar, começou a passar um filme com j.m. pra ver como zapear tem suas vantagens. eu deixo ele zapear porque gosto de ouvir sua respiração quando está concentrado em alguma coisa, ou sua risada quando está assistindo alguma bobagem, ou suas interrogações tentando entender o contexto de algum seriado mulherzinha que eu gosto.

gosto de seriado mulherzinha, mas gosto muito mais de saber que ele está ali, zapeando.

Advertisements

One Response to “eu, ele e a tevê.”

  1. diego January 20, 2009 at 11:59 pm #

    corrigindo: 3,7s.
    ha!
    beijos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: